+351 914 132 130 info@growunder.com
http status code

6 HTTP Status Codes aos quais deve ficar atento

Cada página de um website possui sempre um HTTP Status Code que determina a forma como o servidor e o browser que o utilizador está a usar comunicam entre si. Perceber estes códigos ajuda a encontrar páginas de um site que possam estar em baixo e corrigi-las, assegurando sempre uma boa experiência para o utilizador. Fique a conhecer os HTTP Status Codes mais importantes e qual o impacto que estes têm ao nível de SEO.

O que são Códigos de Status de respostas HTTP?

Um HTTP Status Code (em português: Código de Status de Respostas HTTP) constitui-se tecnicamente como uma resposta do servidor a uma requisição do browser.

Em termos práticos, trata-se de uma comunicação entre o browser e o servidor: quando se acede a um website, o browser que estamos a utilizar (por exemplo: o Google Chrome ou o Safari) envia uma requisição ao servidor do site e o servidor, por sua vez, responde a essa requisição do browser com um código de três dígitos, que é o HTTP Status Code.

Estas respostas podem ser divididas em cinco conjuntos numéricos:

1xx: Respostas de informação

Os códigos que se situam dentro do intervalo 100-199 significam que o servidor está a processar a requisição do browser, sendo puramente informativos e não tendo propriamente impacto em termos de SEO.

2xx: Respostas de sucesso

O HTTP Status Code 200 significa que está tudo a decorrer com normalidade com a página/website em questão e, como tal, não há razão para preocupações. É o mundo ideal de qualquer owner de um website ou analista de SEO. A requisição do browser para o servidor foi bem-sucedida e o carregamento da página a que o utilizador está a tentar aceder decorreu sem problemas.

3xx: Redirecionamentos

A página a que o utilizador está a tentar aceder vai redirecioná-lo para outra página.

4xx: Erros do lado do cliente

Os chamados client errors (erros do cliente) correspondem ao status “Not Found”, o que significa que o site ou a página a que o utilizador está a tentar aceder não existe.  

5xx: Erros do servidor

Embora a requisição do lado do cliente tenha sido válida, o servidor falhou a completá-la.

Para efeitos de SEO existem algumas respostas mais relevantes do que outras. Adiante veremos quais.

Porque é importante perceber estes códigos?

O principal objetivo de SEO consiste em gerar mais tráfego (orgânico) para um website. Para que tal aconteça, é preciso que o conteúdo desse site seja perfeitamente acessível pelos motores de busca – o que só acontecerá se praticamente todas as páginas do mesmo possuírem o status 200.

Ao fazer-se uma auditoria de SEO, existe sempre uma grande probabilidade de se encontrar páginas que possuam certos HTTP Status Codes que precisam de uma investigação mais profunda e, por vezes, até podem implicar ter de se verificar os logs do servidor em busca de possíveis erros.

Ao entender os HTTP Status Codes consegue-se diagnosticar erros num website de forma rápida e, além disso, ainda se verificam benefícios ao nível de SEO: é possível usá-los para ajudar os utilizadores e os motores de busca a acederem a um website. 

 

Auditamos o seu site e corrigimos quaisquer erros que existam.

Quais são os HTTP Status Codes mais relevantes para efeitos de SEO?

301 e 302: ideais para resolver situações “not found”

De cada vez que é suposto um URL mudar para outro de forma permanente, deve recorrer-se a um redirecionamento 301, não apenas para garantir que o utilizador não acaba numa página inexistente, como também para salvaguardar que todos os links obtidos para o URL anterior passam o seu valor de SEO para o novo URL.

Já se o objetivo for mudar o URL de forma temporária para outro (até que se crie um URL mais adequado para o efeito), deve recorrer-se ao redirecionamento 302. Porém, importa salientar que um 302 faz com que os motores de busca vejam esta alteração como temporária e, consequentemente, o valor de SEO dos links ganho pelo URL antigo não passará para o novo URL.

Os redirects acabam por ser, assim, ferramentas muito valiosas para SEO, devendo, no entanto, ser evitados.

404: um beco sem saída 

Um dos códigos de status HTTP mais importantes para SEO é, sem dúvida, o 404, porque este afeta bastante a experiência do utilizador que, ao tentar aceder a uma página que pretende, esta não existe, acabando numa espécie de beco sem saída.

Para assegurar que os utilizadores possuem a melhor experiência possível ao visitarem um website, os analistas de SEO verificam constantemente (e especialmente) a existência de páginas 404 com o objetivo de corrigir estas situações, muitas vezes recorrendo a redirecionamentos 301.

410: Gone

Este código de estado indica que o URL ao qual se está a tentar aceder foi removido de forma permanente, não se verificando quaisquer possibilidades de algum dia voltar a estar disponível.

Normalmente, os motores de busca são rápidos a desindexar URLs com este código, pelo que este acaba por ser uma ferramenta muito útil a usar para efeitos de SEO.

500: problemas com o servidor

Se houver um erro com o servidor, será este o erro que vai aparecer: 500 – Internal Server Error. É importante estar-se atento a este erro, porque os motores de busca dão preferência a websites cuja manutenção está em dia.

 

Não tem tempo para fazer a manutenção do seu site?

503: website não disponível

O HTTP Status Code 503 significa “Service Unavailabe”, o que significa que o servidor não se encontra disponível (podendo estar sobrecarregado temporariamente ou em manutenção) e aparecerá uma mensagem a solicitar que se tente regressar mais tarde.

Concluindo…

Estar atento aos HTTP Status Codes e corrigir erros que surjam é uma das tarefas mais importantes para manter um site saudável e otimizado para motores de busca, pelo que vale a pena investir algum tempo a tentar percebê-los.

logo growunder white 223x45px

Somos uma empresa formada por colaboradores que trabalham remotamente, focada e especializada na consultoria e administração de websites.

Contactos

Av da República 6-1Esq
1050-191 Lisboa
Portugal