Construimos e desenhamos o seu site  - Grow Under - Website Development
  • Home
  • Blog
  • Dicas
  • Como aumentar visitas do seu site com trocas de tráfego

Acessibilidade Web: como fazer um site acessível com passos básicos

2 5

Votação deste artigo: 3 Votos, média: 2 de 5
 

A criação de um site acessível e inclusivo parece um quebra-cabeças para muitos, mas é cada vez mais incontornável. Comece já a preparar-se com estas sugestões...

Acessibilidade porquê?

Em primeiro lugar, apostar na Acessibilidade dos sites é a coisa certa a fazer. É uma questão de ética, acima de tudo, que vai ao encontro do conceito de uma sociedade digital inclusiva, uma preocupação cada vez mais premente dos governos e das suas políticas.
 
Além disso, é uma forma de alargar a audiência potencial a que podemos chegar. Na União Europeia, há cerca de 80 milhões de pessoas que sofrem de algum tipo de deficiência e o crescente envelhecimento da população vai aumentar esse número.

Há dados que apontam que, em 2020, haverá mais de 120 milhões de cidadãos europeus com incapacidades, quer sejam pessoas cegas e surdas, quer tenham deficiências auditivas e visuais ou dificuldades funcionais e intelectuais.

Também temos que considerar a antecipação de Legislação futura que acabará por tornar a acessibilidade obrigatória.

A 3 de Maio de 2016, a Comissão Europeia apresentou uma proposta de lei que torna a acessibilidade obrigatória em todos os sites governamentais dos Estados-membro. Estamos a falar de páginas de Internet de organismos públicos, desde serviços administrativos a judiciais, passando por universidades, hospitais e bibliotecas e a realidade não tardará a ser mais abrangente, incluindo também o sector privado.

Acessibilidade para quem?

Tornar os sites acessíveis não tem apenas, como alvo as pessoas com deficiência. O conceito de acessibilidade vai ao encontro do princípio de universalidade da Internet que é também o grande poder do World Wide Web.

Assim, estamos a falar de tornar um site mais fácil de utilizar por toda a gente (mesmo a que não tem incapacidades).

Voltando à questão do envelhecimento, a Europa é o continente com mais idosos em todo o mundo e a Acessibilidade também tem como particular alvo as pessoas mais velhas, que têm dificuldades de visão, que ouvem mal ou têm incapacidades físicas ou motoras.

Como fazer um site acessível?

É impossível fazer um site acessível para toda a gente. Por isso, deve-se tentar abranger o máximo de pessoas possível.

Primeiramente, temos que pensar na audiência do nosso site. Afinal, estamos a escrever para quem? Quem é que vai de facto consultar o nosso site?

Na hora de estruturar o conteúdo do site, é importante fazê-lo da forma mais correcta, usando também palavras simples e frases curtas.

E é preciso pensar em alternativas às soluções "tradicionais", digamos, prevendo descrições em texto para as imagens, tabelas de dados para os gráficos e legendas para os vídeos.

Uma bom truque para planear um site acessível é fazer uma espécie de projecção vocal do mesmo, começando por pensá-lo como um site "falado".

Pode confirmar se o seu site é acessível ou não instalando a aplicação Word Accessibility Checker.

O que se pode fazer de imediato?

A melhor forma de começar é apostando na resolução dos problemas de usabilidade: confundem toda a gente! Depois disso, deve apostar-se nos detalhes mais pequenos que se podem resolver de imediato e de forma rápida.

Eis algumas das alterações imediatas que pode encetar fazendo toda a diferença:

  • Adicionar "Alt Text" apropriado a todas as imagens - disponibilizando informação sobre as imagens aos seus visitantes e ajudando também o Google a "lê-las".
  • Usar títulos/cabeçalhos correctamente e nas proporções adequadas.
  • Adaptar as suas formas a leitores de ecrã.
  • Colocar a opção "Avance para o conteúdo principal" no topo de cada página.
  • Tornar todo o conteúdo acessível através do teclado.
  • Criar contraste suficiente entre o texto e o background.
  • Usar um template acessível.

Depois de ter passado por esta fase, é boa ideia estudar o assunto e colocar pessoas com incapacidades a testar o site para ver o que pode fazer a seguir.

Dicas Importantes para o Texto

  • Contraste - especial cuidado com tons claros de cinzento, laranja e amarelo (usar o Plugin WAVE - http://wave.webaim.org/ - para detectar erros de contraste e de acessibilidade em geral).
  • True Text - alarga melhor, carrega mais depressa e é mais fácil de traduzir. Usar CSS em vez de Editor para acrescentar estilo visual.
  • Maiúsculas - cuidado com o seu uso porque são difíceis de ler e podem ser lidas incorrectamente por Leitores de Ecrã.
  • Tamanho de letra - uso adequado do tamanho da letra que pode variar em função da fonte escolhida. 10 costuma ser o mínimo recomendável.
  • Comprimento da linha - não deve ser demasiado longa porque se torna ilegível.

Dicas Importantes para os Links

  • Devem ser reconhecíveis e imediatamente identificáveis.
  • Assinalar links no corpo dos artigos com um sublinhado ou outro sinal que não apenas uma cor distinta.
  • Assegurar que os utilizadores que só usam teclados conseguem identificar visualmente um link focalizado – usar a linha pontilhada ou outros indicadores sem cor.
  • Desenhar um Link "Salte para o Conteúdo principal" - para os users que só utilizam teclado, este link deve ficar no topo da página. Pode estar escondido, mas deve tornar-se visível quando recebe o foco do teclado.
  • Garantir que o Texto dos Links faz sentido por si só - evitar o "Clique Aqui" ou outras referências ambíguas como "Mais" ou "Continuar" que podem ser confusas.

Dicas Importantes para os Média

  • Usar animações vídeo e áudio com muito cuidado.
  • Disponibilizar um botão Play/Pausa.
  • Evitar o uso de conteúdo a piscar ou com efeito estroboscópico porque pode provocar ataques (em pessoas epilépticas, por exemplo).
  • Desenhar controles de formulário acessíveis - assegurar que têm etiquetas descritivas e instruções (prestar especial cuidado à validação de erros de formulário e a mecanismos de recuperação).
  • Não se fiar apenas na cor (para as pessoas com problemas visuais, por ex.º, não ajuda nada).

Se depois disto tudo ainda não sabe como tornar o seu site acessível, contacte-nos. Podemos ajudá-lo a entrar no mundo da Acessibilidade Web e a alargar assim, o seu leque de potenciais visitantes - e a fazer o bem pelo caminho.

Saiba mais dicas úteis

Git: manual de utilização e vantagens e desvantagens

O Git é uma ferramenta de controle de versão de arquivos que facilita em muito o trabalho de equipas que desenvolvem em simultâneo um projecto. Descubra as vantagens e desvantagens deste sistema de controle de versão distribuído.

Alojamento de sites

Os alojamentos de sites ainda são um pouco tabu para a maioria das pessoas e por isso, resolvi explicar melhor esta questão...

Garantia de Satisfação

Satisfação de Clientes

Os nossos clientes mantêm uma relação próxima com a Grow Under, tendo sempre resposta imediata para todos os problemas.

Contactos

+351 914 132 130

info@growunder.com

Avenida Barbosa du Bocage 87 - 4 1050-030 Lisboa - Portugal

Direitos de autor © 2018 Grow Under - Gestão de sites - Formaçao em Joomla. Todos os direitos reservados.