Construimos e desenhamos o seu site  - Grow Under - Website Development

Acessibilidade Web: como fazer um site acessível com passos básicos

2 5

Votação deste artigo: 3 Votos, média: 2 de 5
 

A criação de um site acessível e inclusivo parece um quebra-cabeças para muitos, mas é cada vez mais incontornável. Comece já a preparar-se com estas sugestões...

Acessibilidade porquê?

Em primeiro lugar, apostar na Acessibilidade dos sites é a coisa certa a fazer. É uma questão de ética, acima de tudo, que vai ao encontro do conceito de uma sociedade digital inclusiva, uma preocupação cada vez mais premente dos governos e das suas políticas.
 
Além disso, é uma forma de alargar a audiência potencial a que podemos chegar. Na União Europeia, há cerca de 80 milhões de pessoas que sofrem de algum tipo de deficiência e o crescente envelhecimento da população vai aumentar esse número.

Há dados que apontam que, em 2020, haverá mais de 120 milhões de cidadãos europeus com incapacidades, quer sejam pessoas cegas e surdas, quer tenham deficiências auditivas e visuais ou dificuldades funcionais e intelectuais.

Também temos que considerar a antecipação de Legislação futura que acabará por tornar a acessibilidade obrigatória.

A 3 de Maio de 2016, a Comissão Europeia apresentou uma proposta de lei que torna a acessibilidade obrigatória em todos os sites governamentais dos Estados-membro. Estamos a falar de páginas de Internet de organismos públicos, desde serviços administrativos a judiciais, passando por universidades, hospitais e bibliotecas e a realidade não tardará a ser mais abrangente, incluindo também o sector privado.

Acessibilidade para quem?

Tornar os sites acessíveis não tem apenas, como alvo as pessoas com deficiência. O conceito de acessibilidade vai ao encontro do princípio de universalidade da Internet que é também o grande poder do World Wide Web.

Assim, estamos a falar de tornar um site mais fácil de utilizar por toda a gente (mesmo a que não tem incapacidades).

Voltando à questão do envelhecimento, a Europa é o continente com mais idosos em todo o mundo e a Acessibilidade também tem como particular alvo as pessoas mais velhas, que têm dificuldades de visão, que ouvem mal ou têm incapacidades físicas ou motoras.

Como fazer um site acessível?

É impossível fazer um site acessível para toda a gente. Por isso, deve-se tentar abranger o máximo de pessoas possível.

Primeiramente, temos que pensar na audiência do nosso site. Afinal, estamos a escrever para quem? Quem é que vai de facto consultar o nosso site?

Na hora de estruturar o conteúdo do site, é importante fazê-lo da forma mais correcta, usando também palavras simples e frases curtas.

E é preciso pensar em alternativas às soluções "tradicionais", digamos, prevendo descrições em texto para as imagens, tabelas de dados para os gráficos e legendas para os vídeos.

Uma bom truque para planear um site acessível é fazer uma espécie de projecção vocal do mesmo, começando por pensá-lo como um site "falado".

Pode confirmar se o seu site é acessível ou não instalando a aplicação Word Accessibility Checker.

O que se pode fazer de imediato?

A melhor forma de começar é apostando na resolução dos problemas de usabilidade: confundem toda a gente! Depois disso, deve apostar-se nos detalhes mais pequenos que se podem resolver de imediato e de forma rápida.

Eis algumas das alterações imediatas que pode encetar fazendo toda a diferença:

  • Adicionar "Alt Text" apropriado a todas as imagens - disponibilizando informação sobre as imagens aos seus visitantes e ajudando também o Google a "lê-las".
  • Usar títulos/cabeçalhos correctamente e nas proporções adequadas.
  • Adaptar as suas formas a leitores de ecrã.
  • Colocar a opção "Avance para o conteúdo principal" no topo de cada página.
  • Tornar todo o conteúdo acessível através do teclado.
  • Criar contraste suficiente entre o texto e o background.
  • Usar um template acessível.

Depois de ter passado por esta fase, é boa ideia estudar o assunto e colocar pessoas com incapacidades a testar o site para ver o que pode fazer a seguir.

Dicas Importantes para o Texto

  • Contraste - especial cuidado com tons claros de cinzento, laranja e amarelo (usar o Plugin WAVE - http://wave.webaim.org/ - para detectar erros de contraste e de acessibilidade em geral).
  • True Text - alarga melhor, carrega mais depressa e é mais fácil de traduzir. Usar CSS em vez de Editor para acrescentar estilo visual.
  • Maiúsculas - cuidado com o seu uso porque são difíceis de ler e podem ser lidas incorrectamente por Leitores de Ecrã.
  • Tamanho de letra - uso adequado do tamanho da letra que pode variar em função da fonte escolhida. 10 costuma ser o mínimo recomendável.
  • Comprimento da linha - não deve ser demasiado longa porque se torna ilegível.

Dicas Importantes para os Links

  • Devem ser reconhecíveis e imediatamente identificáveis.
  • Assinalar links no corpo dos artigos com um sublinhado ou outro sinal que não apenas uma cor distinta.
  • Assegurar que os utilizadores que só usam teclados conseguem identificar visualmente um link focalizado – usar a linha pontilhada ou outros indicadores sem cor.
  • Desenhar um Link "Salte para o Conteúdo principal" - para os users que só utilizam teclado, este link deve ficar no topo da página. Pode estar escondido, mas deve tornar-se visível quando recebe o foco do teclado.
  • Garantir que o Texto dos Links faz sentido por si só - evitar o "Clique Aqui" ou outras referências ambíguas como "Mais" ou "Continuar" que podem ser confusas.

Dicas Importantes para os Média

  • Usar animações vídeo e áudio com muito cuidado.
  • Disponibilizar um botão Play/Pausa.
  • Evitar o uso de conteúdo a piscar ou com efeito estroboscópico porque pode provocar ataques (em pessoas epilépticas, por exemplo).
  • Desenhar controles de formulário acessíveis - assegurar que têm etiquetas descritivas e instruções (prestar especial cuidado à validação de erros de formulário e a mecanismos de recuperação).
  • Não se fiar apenas na cor (para as pessoas com problemas visuais, por ex.º, não ajuda nada).

Se depois disto tudo ainda não sabe como tornar o seu site acessível, contacte-nos. Podemos ajudá-lo a entrar no mundo da Acessibilidade Web e a alargar assim, o seu leque de potenciais visitantes - e a fazer o bem pelo caminho.

Saiba mais dicas úteis

Como começar a ter seguidores no Twitter

Quando colocamos o nosso site online devemos publicitá-lo na Internet o máximo possível, de forma a que comecemos a ser conhecidos pelos vários intervenientes deste mundo, sejam os utilizadores, sejam concorrentes ou motores de busca. Para isso, nada melhor que publicitar os conteúdos no Twitter.

Jogar Pokemon Go em segurança com estas dicas anti malware

O Pokemon Go já conquistou milhões de pessoas em todo o mundo. Mas as "caçadas" por Pokemons no jogo de realidade aumentada podem sair muito caro aos jogadores por causa do malware e das questões de segurança.

Cinco extensões úteis para o FireFox

O FireFox, apesar de não ser dos browsers mais utilizado, é um dos melhores e que permite adicionar extensões bastante úteis para o uso comum e para a edição de sites.

Garantia de Satisfação

Satisfação de Clientes

Os nossos clientes mantêm uma relação próxima com a Grow Under, tendo sempre resposta imediata para todos os problemas.

Contactos

+351 914 132 130

info@growunder.com

Avenida Barbosa du Bocage 87 - 4 1050-030 Lisboa - Portugal

Direitos de autor © 2019 Grow Under - Gestão de sites - Formaçao em Joomla. Todos os direitos reservados.