+351 914 132 130 info@growunder.com
  • Entrada
  • Blog
  • Dicas
  • O que é um webinar (e como fazer para ter bons resultados)
O que é um webinar (e como fazer para ter bons resultados)

O que é um webinar (e como fazer para ter bons resultados)

Nunca fazer um webinar esteve tanto na moda como nos tempos que correm. E é uma excelente forma de comunicação que gera bons resultados de vendas. Saiba mais sobre o que é um webinar e como fazer um com sucesso.

O webinar é uma espécie de seminário online em torno de um determinado tema. Pode ser transmitido ao vivo, mas também gravado previamente e só depois divulgado na Internet.

Só precisa de um microfone, de uma câmara e de equipamentos de iluminação. É um formato que pode ser barato, simples e eficaz, ajudando a divulgar produtos e a melhorar o relacionamento com os clientes.

E ainda é mais fácil de organizar do que um seminário ou uma conferência presencial.

Está assim explicado porque é que este tipo de comunicação tem assumido importância no mundo do marketing digital. Esse sucesso tem também a ver com a eficácia em termos de atração de leads, ou seja, de potenciais clientes.

Mas antes de irmos aos benefícios dos webinars, é preciso perceber melhor o que são e como funcionam...

O que significa webinar

Webinar é a junção das palavras web e seminário. Em Inglês, falava-se, inicialmente, de web-based seminar. Em Português do Brasil usa-se ainda o termo webinário.

Este tipo de formato está em alta, até porque apresenta uma relação custo-benefício bastante vantajosa.

Uma das maiores virtudes dos webinars é a facilidade de transmissão da mensagem. Até porque podem alcançar audiências que vão muito para lá da lotação de um auditório em ambiente presencial.

Estamos a falar de conteúdos visuais, em jeito de videoconferência que são, muitas vezes, usados para fins educacionais. Isto porque são de fácil apreensão.

Porém, também fazem parte da estratégia dos marketeers para fins comerciais. 

Perceba como um webinário pode contribuir para aumentar as vendas com o vídeo que se segue...

 

Como funciona e formatos possíveis

O primeiro passo para realizar um webinar passa por definir o que pretende alcançar com ele. Depois desse objetivo definido, só tem de escolher a melhor modalidade para o concretizar.

Espreite, de seguida, alguns formatos possíveis para poder seguir o caminho ideal para o seu negócio:

  • Webinar para apresentação de produtos/serviços
  • Entrevista em webinar com um convidado especial
  • Conferência em webinar com especialistas
  • Debate em webinar com posições em confronto
  • Webinar de perguntas e respostas para esclarecer dúvidas

Como vê, são diversos os formatos que este formato pode assumir. Em qualquer dos casos, os benefícios podem ser semelhantes.

Assim, um webinário bem planeado pode ajudar a atrair a atenção do público-alvo, bem como contribuir para aumentar o seu engajamento com a marca. O facto de permitir a interação com o público é uma grande vantagem nesse sentido.

Por outro lado, ajuda a captar emails e, consequentemente, alarga a audiência que pode estar interessada nas soluções da sua empresa.

 

Como fazer um webinar

Depois desta teoria toda, afinal, como posso fazer um seminário online? Eis a pergunta que continua na sua cabeça sem resposta.

Ora, para o ajudar a desfazer a dúvida, vamos descrever os principais passos que deve seguir para fazer o seu primeiro webinar...

Como fazer um webinar info

 

1 - Escolha a plataforma ideal

Este primeiro passo é determinante, pois pode definir o sucesso ou insucesso do processo.

Deve escolher uma plataforma com a qual saiba trabalhar. Se é iniciante, o ideal será escolher uma opção mais simples e intuitiva. Mais abaixo no texto, pode encontrar algumas opções gratuitas por onde pode começar.

Há plataformas pagas que apresentam diversos recursos interessantes, mas tem de ponderar se pode ou se está disposto a gastar dinheiro com elas.

 

2 - Defina o tema

A definição do tema está diretamente relacionada com o tipo de negócio que tem, com o seu público-alvo e com os objetivos que pretende alcançar.

Lembre-se de que o título do webinar tem de ser bastante marcante e incisivo para impressionar a sua audiência, de modo a conquistar-lhe a atenção.

Se está a começar e pretende alargar a sua base de emails, pode escolher um tema mais amplo. Por outro lado, se já tem uma boa lista de contactos, pode apostar num tema mais segmentado, disponibilizando informações exclusivas e avançadas.

 

3 - Escolha a data e a hora certas

A data do seminário online deve ser marcada com antecedência, no mínimo cerca de três semanas antes da sua realização. Isto para dar tempo às pessoas para se inscreverem e planearem o momento na sua agenda.

Marcar com muita antecedência é pouco recomendável, para evitar que os participantes se esqueçam.

Quanto à hora, deve ter sempre em conta o público-alvo. Mas os especialistas dizem que a melhor altura para fazer um webinário é às terças-feiras pelas 11 horas.

 

4. Crie uma Landing Page matadora

A Landing Page será a página que vai incluir as informações essenciais sobre o webinar e tem por objetivo captar inscrições.

Assim, precisa de incluir de forma clara os benefícios para os participantes no evento, de modo a que sintam um apelo irresistível de inscrever-se. 

Uma parte fundamental de uma boa landing page é um formulário para recolher emails, com uma Call To Action matadora.

 

5. Partilhe o seu webinar com o mundo

A capacidade de divulgação do seu projeto será essencial para o sucesso do mesmo. Deve promovê-lo nas redes sociais e no site ou blogue da sua marca/empresa. 

Também pode recorrer a anúncios pagos, como, por exemplo, Facebook Ads, Instagram Ads e Google Ads, para divulgar a sua videoconferência.

O email-marketing é outra via importante de divulgação. Mas pode ainda estabelecer parcerias estratégicas com especialistas nos temas que pretende abordar ou com outras empresas, de modo a impulsionar a iniciativa.

 

A importância de avaliar resultados

Depois de seguir estes cinco passos essenciais, é importante também que faça um guião do seminário, para que tudo decorra da melhor forma.

Procure alinhar os tópicos a abordar, traçando o esqueleto da intervenção e incluindo os materiais a utilizar, designadamente imagens e vídeos, para evitar lapsos indesejáveis.

Depois de ter um plano detalhado na mão, tem tudo preparado para arrancar com o seu seminário online.

Após a realização do seminário online, é importante avaliar os resultados para aferir se os objetivos foram alcançados.

Confirmar se o número de participantes esteve ao mesmo nível das inscrições é um dos pontos a monitorizar. Mas também pode acompanhar o feedback dos participantes, por exemplo com a realização de inquéritos de satisfação.

Aproveite a lista de emails recolhidos para enviar uma mensagem de agradecimento pela participação.

Deve ainda partilhar o webinário com quem falhou a presença no mesmo, pois o mais importante é fazer-se ouvir.

Como fazer um webinar

 

Plataformas para webinar grátis

Agora que já sabe o que precisa de fazer para criar o seu primeiro webinar, pode começar por escolher a melhor plataforma para o efeito.

Há serviços muito profissionais que oferecem diversos recursos, como a integração com softwares de marketing e relatórios de desempenho. 

A mais-valia destas ferramentas é que se pode gerir um seminário online a partir de um único lugar. Contudo, são pagas.

Neste âmbito dos softwares comerciais, o GoToWebinar é um dos favoritos, oferecendo uma interface intuitiva e diversas funcionalidades, como, por exemplo, gravação e upload, convites por email e relatórios com as métricas a atingir. Porém, implica um investimento que pode desagradar a alguns.

A alternativa é recorrer a plataformas para webinar grátis como o Youtube Live, o Zoom e o OBS Studio.

Através da opção "Estúdio de criação" que está disponível no menu do YouTube, é possível gravar um seminário e fazer a sua transmissão ao vivo, bem como agendá-lo, salvá-lo e divulgá-lo. É uma das opções mais acessíveis do mercado por ser grátis e fácil de usar.

No caso do Zoom, a plataforma tem uma versão gratuita que restringe a utilização a 100 pessoas por evento e a uma duração de 40 minutos. Mas, ainda assim, pode ser uma opção interessante.

Finalmente, o OBS Studio é um software open source, ou seja, de código aberto e, portanto, 100% gratuito. Tem um visual menos moderno do que os concorrentes, mas é fácil de usar e de configurar.

 

Mas, afinal, como escolher?

Um dos aspetos a valorizar na hora de escolher é a segurança da plataforma. Informe-se sobre a política de privacidade e ponha no topo das suas preferências as que assegurem proteção contra violações de dados e acessos indevidos.

A qualidade da transmissão é outro ponto a relevar. Deve comparar as capacidades técnicas e apostar no software que permitir imagens e áudios mais estáveis.

Tenha ainda em atenção funcionalidades adicionais como a gravação, a integração com outras plataformas e a facilidade de interação com os participantes.

A qualidade do suporte técnico é outro requisito a analisar, já que é importante poder contar com apoio especializado para lidar com eventuais problemas.

Para lá disto tudo, é importante que avalie o que de facto precisa e quais são as suas habilidades para lidar com o software. Os iniciantes devem começar com plataformas mais simples.

 

E depois do seminário online…

Como já referimos acima, após a realização do seminário online, começa o trabalho de análise e de acompanhamento dos participantes. É preciso "alimentar" o seu interesse.

Isto implica apostar no email marketing, para criar campanhas de agradecimento e disponibilizar conteúdos adicionais relacionados com o evento.

O fundamental é manter o contacto ativo, de modo a poder fortalecer a marca junto do público-alvo e a avançar no funil de vendas.

 

Aproveite também para ler "Como criar um blog num site de vendas para aumentar vendas".

logo growunder white 223x45px

Somos uma empresa formada por colaboradores que trabalham remotamente, focada e especializada na consultoria e administração de websites.

Contactos

Av da República 6-1Esq
1050-191 Lisboa
Portugal