+351 914 132 130 info@growunder.com
O que é SEM - Search Engine Marketing

O que é SEM - Search Engine Marketing

O SEM ou Search Engine Marketing é uma estratégia de Marketing Digital que tira partido do facto de as pessoas fazerem pesquisas no Google e noutros motores de busca para promover um negócio ou site. Mas venha daí perceber melhor o que é SEM...

Provavelmente, tal como muitas pessoas, de cada vez que tem uma dúvida ou uma curiosidade sobre um determinado tema, vai ao Google pesquisar. Ora, o SEM - Searching Engine Marketing ou Marketing de Mecanismos de Buscas em Português é uma estratégia que visa, precisamente, captar as pesquisas do Google através dos anúncios publicitários da plataforma.

Constitui, portanto, uma manobra essencial nos dias que correm. Mas para entender melhor o que é SEM, continue a leitura para ficar a saber como implementar este tipo de estratégia para aumentar os leads e conversões do seu negócio.

Mas, afinal, o que é SEM - Search Engine Marketing 

Como já referimos, o SEM - Search Engine Marketing é, basicamente, uma estratégia de Marketing Digital focada nas pesquisas em motores de busca como o Google. Trata-se, acima de tudo, de uma forma de promoção de negócios ou de sites.

Pode destinar-se à "venda" de serviços e/ou produtos online ou offline, visando atrair o público-alvo através de uma conjugação de procedimentos e técnicas que têm sido aprimoradas pelo Google.

Como fazer SEM - Search Engine Marketing

Podemos dividir o SEM - Search Engine Marketing em duas vertentes fundamentais: Search Engine Optimization (SEO) e Links patrocinados. Continue a ler para perceber o que são, afinal, estas duas vertentes e como pode tirar partido das suas principais vantagens.

Search Engine Optimization (SEO)

SEO - Search Engine Optimization ou SEO Marketing é um dos termos mais falados nos dias que correm no domínio do Marketing Digital. Isto deve-se ao facto de ser fundamental na estratégia de divulgação de qualquer empresa, seja ela grande ou pequena.

O SEO é a otimização de sites com vista a conseguir um bom ranking no Google, de modo a captar as visitas das pessoas que fazem pesquisas neste motor de busca. 

Desta forma, o SEO constitui uma estratégia que passa por aprimorar os sites com as melhores palavras-chave, além de outros critérios técnicos associados a links, a usabilidade, à velocidade de carregamento, para que surjam nos primeiros lugares das pesquisas do Google.

O objetivo é surgir no topo das pesquisas para as palavras-chave associadas ao nosso negócio.

No âmbito de uma estratégia de SEO, é fundamental apostar no Marketing de Conteúdos, com vista a atrair bons resultados das pesquisas orgânicas do Google - isto é, dos resultados que não são pagos no Google.

O SEM tem em conta os critérios do SEO, além de outras técnicas que podem ser pagas - como os Links patrocinados que referimos acima -, para captar a atenção dos utilizadores da Internet para um determinado negócio e/ou site.

Links patrocinados 

Os Links patrocinados são a vertente do SEM que é paga, ou seja, são os anúncios que surgem no Google no topo das pesquisas que fazemos. Não é difícil passarem despercebidos porque aparecem, geralmente, identificados com a palavra "Anúncio"

Além do Google, os anúncios de marcas e empresas também aparecem em redes sociais, blogues e noutros sites, constituindo uma forma de divulgação mais próxima da tradicional publicidade.

Se está a pensar, mas porque é que hei-de investir em anúncios pagos se o SEO é gratuito? Ora bem, porque os links patrocinados podem assegurar resultados mais rápidos, sobretudo quando se faz uma boa segmentação do público-alvo.

Ferramentas como o Google Ads, de que vamos falar de seguida, permitem fazer todo esse processo de gestão de anúncios que aparecem no Google, desde a segmentação do público-alvo, passando pelo estudo das melhores palavras-chave até ao controlo dos gastos e dos resultados.

O que e SEM Search Engine Marketing Google Ads

O que é o Google Ads

O Google Ads, antes conhecido como Google Adwords, é a plataforma do Google que faz a gestão das campanhas publicitárias dos anunciantes do motor de busca.

A grande virtude do Google Ads é o facto de permitir segmentar as pessoas a quem o nosso anúncio vai aparecer, permitindo, assim, definir com detalhe utilizadores que estarão mesmo interessados no produto e/ou serviço que temos para lhes oferecer.

Desta forma, aumentam as possibilidades de que esses utilizadores visitem o nosso site, peçam informações, subscrevam a nossa newsletter ou façam uma compra, conforme o objetivo da nossa campanha de publicidade.

Os anúncios do Google Ads podem aparecer na rede de pesquisa do Google ou na rede de display, em forma de banners e de vídeos em sites parceiros do Google, nomeadamente no YouTube.

Tudo isso pode ser definido no Google Ads, bem como o valor que se pretende pagar. Uma das grandes vantagens da plataforma é o facto de permitir controlar os custos dos nossos anúncios.

Podemos definir, previamente, o valor total que será gasto na campanha, bem como o montante a gastar por dia ou por mês. 

Também podemos decidir que só queremos pagar quando o anúncio receber cliques (CPC - Custo por Clique), a cada 1000 impressões que tiver (CPM - Custo por Mil Impressões) ou apenas quando resultar em alguma conversão no site para onde é direcionado.

Através do Google Ads também é possível avaliar o desempenho do nosso anúncio, verificando, nomeadamente, a interação do público com ele através do número de impressões e de cliques, bem como apurar o seu grau de sucesso.

O Google Ads possibilita ainda o remarketing, garantindo que determinado utilizador seja confrontando com o mesmo tipo de anúncios que lhe interessaram previamente.

O que são palavras-chave negativas (e a sua importância)

A definição de campanhas no Google Ads passa por definir palavras-chave essenciais que se associam imediatamente ao produto, serviço e/ou site que se pretende anunciar. Estas serão as palavras-chave positivas que pretende destacar como fundamentais.

Mas há também as chamadas palavras-chave negativas que podem ser muito importantes para rentabilizar o investimento em Google Ads. Estas são palavras que pretende que não sejam associadas ao seu anúncio.

Imagine que tem uma loja de camisolas online e que nenhuma delas é amarela. Assim, pode definir a palavra-chave "amarela" como negativa - deste modo, quem pesquisar camisola amarela não será confrontado com o seu anúncio.

A adição de palavras-chave negativas pode ajudar a conseguir melhores resultados com os seus anúncios, já que permitem controlar com maior detalhe as pesquisas e, logo, rentabilizar o investimento.

Sem a palavra-chave negativa "amarela", conforme o exemplo acima, os seus anúncios vão continuar a aparecer e, portanto, vai pagar por eles, mesmo que as pessoas que vão ao seu site se sintam frustradas e não comprem nada - por não terem encontrado a tal camisola amarela que procuravam.

Como definir palavras-chave no Google Ads

Há várias estratégias para a definição das palavras-chave no Google Ads, além da já referida quanto às palavras-chave negativas. Vamos abordá-las de seguida...

  • Palavras-chave no Google Ads: Correspondência ampla 

A correspondência ampla de palavras-chave no Google Ads refere-se ao uso de termos genéricos relevantes no seu anúncio associados ao que pretende anunciar. 

Assim, tomando o exemplo acima, se definir a correspondência ampla da seguinte forma: camisola amarela de algodão - os seus anúncios podem aparecer nas pesquisas por essa correspondência ampla precisa, mas também por camisolas amarelas, camisolas de algodão, camisola amarela, camisola amarela de algodão... 

É uma boa forma para quem não pretende gastar muito tempo a definir e a criar listas de palavras-chave, podendo também garantir bons resultados já que abrange mais possibilidades de pesquisa.

  • Palavras-chave no Google Ads: Correspondência de frase ou correspondência de expressão

A correspondência de frase ou correspondência de expressão nas palavras-chave no Google Ads visa limitar as pesquisas àquilo que está efetivamente a vender e/ou promover, mas ainda assim dando espaço para termos que não abrange.

Neste caso, usam-se as aspas para evidenciar essa correspondência de frase nos seguintes moldes: "camisola de algodão". O seu anúncio pode aparecer em pesquisas por camisola amarela, t-shirt de algodão, camisola de algodão amarela...

Esta fórmula aumenta a taxa de cliques (CTR), já que o seu anúncio só é apresentado quando corresponder aos termos de quem pesquisa.

  • Palavras-chave no Google Ads: Correspondência exata

No caso da correspondência exata nas palavras-chave no Google Ads estamos a limitar ainda mais as pesquisas, utilizando os [] para definir com precisão os termos.

Assim, se definirmos como palavras-chave de correspondência exata [camisola de corrida], os nossos anúncios vão aparecer a quem procurar estes exatos termos ou variantes aproximadas como camisola para correr. 

Como se nota, o significado das duas expressões é o mesmo, logo, as pessoas estão à procura daquela coisa exata, sem margem para dúvidas.

A correspondência exata garante um controlo maior sobre as pessoas que veem o nosso anúncio e podem garantir melhores resultados, especialmente em termos de cliques e nomeadamente quando promovemos algo muito específico.

Na correspondência exata, as variantes da palavra-chave definida podem incluir erros ortográficos (camisola de corida), o plural ou o singular (camisolas de corrida), palavras semelhantes (t-shirt de corrida), entre outras.

Importância do SEM 

O Google é, atualmente, uma parte fundamental de todo o tráfego da Internet. São as pesquisas neste motor de busca que levam muitas pessoas a visitar certos sites - há mais de 2 milhões de pesquisas no Google por segundo, o que dá uma boa ideia do que se passa.

Portanto, não se pode implementar uma estratégia de Marketing Digital sem ter em conta o SEO e o SEM.

Além disso, o Google Ads é a maior plataforma de publicidade online do planeta, o que torna impossível não a utilizar para promover um negócio. Até porque o seu funcionamento é bastante eficaz e está preparado para quase todos os bolsos, permitindo gerir os anúncios e o investimento à medida de cada qual.

O que é essencial é utilizar toda esta força da melhor forma, através de uma estratégia bem definida.

Se não se acha capaz de implementar uma boa estratégia de SEM - Search Engine Marketing para o seu negócio, não hesite em contratar serviços profissionais. A Grow Under pode ajudá-lo nessa caminhada, através dos vários serviços de Marketing Digital que presta.

 

Se já percebeu o que é SEM - Search Engine Marketing e se ficou convencido da sua importância para potenciar as visitas a um site e as vendas de um qualquer negócio online ou offline, peça já o seu orçamento grátis.

logo growunder white 223x45px

Somos uma empresa formada por colaboradores que trabalham remotamente, focada e especializada na consultoria e administração de websites.

Contactos

Av da República 6-1Esq
1050-191 Lisboa
Portugal