Construimos e desenhamos o seu site  - Grow Under - Website Development

Como escolher um CMS open source para um projecto

como escolher um CMS

5 5

Votação deste artigo: 2 Votos, média: 5 de 5
 

Siga as nossas dicas de como escolher um CMS open source que se ajuste ao seu negócio. Joomla vs WordPress: qual o melhor CMS? E o CMS Drupal? 

Cada vez mais empresas e organismos do Estado aderem a um CMS open source como a melhor ferramenta para desenvolvimento de sites. Esta aposta crescente num Sistema de Gestão de Conteúdo open source, ou seja, num Content Management System ou CMS gratuito explica-se pela evolução que se verificou neste tipo de plataformas, nos últimos anos. Mas afinal, como escolher um CMS? É a esta pergunta que vamos procurar responder com este artigo.

O que é, como escolher um CMS e para que serve?

Um CMS visa facilitar o processo de criação, publicação, edição e organização de conteúdos. Trata-se de uma ferramenta para desenvolvimento de sites que permite gerir conteúdos, através de um painel de administração, onde, entre outras funcionalidades, se podem atualizar páginas, publicar artigos, imagens e vídeos.

Ainda permite mudar o design do site, nomeadamente instalando temas ou templates e alterando-os à medida das necessidades e/ou interesses.

Actualmente, os CMS open source mais usados são o WordPress, o Joomla e o Drupal. O seu sucesso é facilmente compreendido pelo facto de manterem as suas fontes de código abertas para todo o público e de forma gratuita. Isto significa que se podem usar, editar e personalizar os arquivos principais do CMS no site. E todos os utilizadores destas ferramentas gratuitas podem contribuir para as melhorar, o que contribui para o desenvolvimento e contínuo aperfeiçoamento destes CMS open source.

Qual o melhor CMS: Joomla vs WordPress

Como escolher um CMS: Joomla vs WordPress

Quando se perguntar como escolher um CMS open source, não pode deixar de lado estes dois que disputam o título de melhor Sistema de Gestão de Conteúdos gratuito.

O WordPress é o CMS open source mais usado em todo o mundo, com uma quota de mercado de cerca de "29% da web", segundo dados da própria plataforma divulgados no site do Wordpress.

Implantado desde 2003, um dos grandes pontos fortes do CMS WordPress é o facto de ser tão fácil de usar. Com um interface intuitivo, trata-se da melhor solução para iniciantes, para quem não tem grandes conhecimentos de programação.

Entre as suas grandes mais-valias estão os inúmeros plugins, muitos deles gratuitos, que disponibiliza, suplantando outros CMS open source, como o Joomla e o Drupal.

O CMS Joomla chegou ao mercado dois anos mais tarde, em 2005, e vem crescendo exponencialmente, ganhando cada vez mais quota de mercado. É também uma solução fácil de usar, mas que apresenta alguns recursos mais avançados e que pode ser mais complexa nas primeiras abordagens.

Sendo menos intuitivo, os estreantes neste CMS open source precisarão de algum tempo para se habituarem à "filosofia" da plataforma, para poderem posicionar módulos em páginas distintas, atribuir plugins a módulos e configurar layouts. Mas logo que se entenda a lógica do Joomla, este pode facilitar muito a vida na resolução de alguns problemas que se tornam mais difíceis de suplantar no WordPress.

Para elaborar sites em Joomla, também não é necessário ter grandes conhecimentos de programação. Graças aos vários templates disponíveis, alguns dos quais gratuitos, e às extensões Joomla, podem criar-se páginas personalizadas, apelativas e em modo responsive, adaptadas para smartphones e tablets.

Tanto o WordPress como o Joomla permitem criar e gerir vários perfis de autores, atribuindo-lhes diferentes níveis de permissões dentro da plataforma.

Estes dois CMS open source têm também em comum o facto de terem funcionalidades de SEO (optimização para motores de busca) integradas, bem como extensões para SEO que permitem melhorar a qualidade de títulos, sitemaps e URLs. Este dado valoriza os sites criados com estas soluções em termos de posicionamento nas pesquisas do Google.

CMS Drupal

como escolher um CMS DrupalO Drupal é outro dos CMS open source mais usados. Lançada em 2001, esta ferramenta para desenvolvimento de sites exige mais conhecimentos em termos técnicos para proceder à edição de conteúdos e a actualizações. É necessário ter algum conhecimento de HTML e de PHP e de outras linguagens de programação.

Uma das grandes virtudes do CMS Drupal é que integra vários recursos num único pacote, o que explica o seu lema oficial - One size fits all, ou seja, Um tamanho serve para todos. Para os profissionais da programação, o Drupal oferece inúmeras possibilidades de adaptação e versatilidade.

É uma solução mais complexa, tanto no âmbito da programação e personalização, como no da administração e da utilização, que exige uma elevada dose de paciência para ser dominada.

Como escolher um CMS 

Não há uma resposta mágica que apresente claramente qual é "o melhor programa para fazer sites". Responder à pergunta como escolher um CMS depende muito do tipo de site que pretende fazer e de quanto tempo dispõe ou pode gastar no desenvolvimento e na manutenção do mesmo. Deve ainda analisar o grau de dificuldade para customizar o site, bem como os recursos oferecidos pelo sistema de gestão de conteúdo que está a analisar.

Se tem experiência em código e programação e tem em mãos um projecto de grandes dimensões e complexidade, o CMS Drupal é uma boa escolha.

Já o CMS WordPress é ideal para principiantes, estando especialmente recomendado como sistema de gestão de conteúdo para blogues, mas também acolhe sites corporativos e projectos que exijam facilidade de edição, como sites de informação online.

O CMS Joomla surge um pouco no meio, entre a complexidade do Drupal e a facilidade do WordPress, como uma escolha que alia grande capacidade de customização com uma interface amigável. Tem funcionalidades que o tornam uma boa solução para sites de e-commerce, mas também é uma boa plataforma para sites institucionais, portais e intranets.

A Grow Under faculta formação em Joomla se pretender ficar a conhecer melhor este CMS open source.

Somos especialistas em Joomla e temos ampla experiência com WordPress e podemos ajudar na questão, como escolher um CMS open source para o seu caso. Não hesite em contactar-nos.

Saiba mais dicas úteis

A importância do webdesign

O design de sites, chamado webdesign, é uma parte fundamental da construção de um site. Existem várias imagens que, por vezes, não são perceptíveis, mas que têm que ser desenhadas, porque para além de logótipos existem templates e estes, apesar de não serem feitos com grandes imagens, são feitos com grandes pormenores.

Como escolher um CMS open source para um projecto

Siga as nossas dicas de como escolher um CMS open source que se ajuste ao seu negócio. Joomla vs WordPress: qual o melhor CMS? E o CMS Drupal? 

Jogar Pokemon Go em segurança com estas dicas anti malware

O Pokemon Go já conquistou milhões de pessoas em todo o mundo. Mas as "caçadas" por Pokemons no jogo de realidade aumentada podem sair muito caro aos jogadores por causa do malware e das questões de segurança.

Garantia de Satisfação

Satisfação de Clientes

Os nossos clientes mantêm uma relação próxima com a Grow Under, tendo sempre resposta imediata para todos os problemas.

Contactos

+351 914 132 130

info@growunder.com

Avenida Barbosa du Bocage 87 - 4 1050-030 Lisboa - Portugal

Direitos de autor © 2019 Grow Under - Gestão de sites - Formaçao em Joomla. Todos os direitos reservados.